Nota de pesar da INA pelo assassinato de Marielle Franco

A INA vem a público expressar seu imenso pesar pela morte brutal de Marielle Franco, socióloga e vereadora do PSOL no Rio de Janeiro, e Anderson Pedro Gomes, motorista.

A trajetória de vida de Marielle é de mulher negra e cria da Maré, como ela mesma se apresentava, pautada na militância pelas causas sociais e humanitárias. Foi a 5ª vereadora mais votada no Rio de Janeiro nas eleições de 2016, demonstrando o apoio popular ao seu mandato. Marielle vinha denunciando a violência e abusos policiais no Rio de Janeiro. Em 28 de fevereiro, foi nomeada relatora da comissão na Câmara dos Vereadores, responsável por acompanhar a intervenção militar Federal naquele estado, o que levanta indícios de que sua morte, cruel e covarde, tenha sido uma execução.

Para nós, a execução de uma representante legislativa mulher negra e combativa que possuía neste momento tão importante a prerrogativa de apreciar informações relevantes de corrupção e violência no Rio, demonstra a fragilidade da nossa democracia e do sistema político brasileiro, e exigimos que haja apuração séria sobre seu assassinato.

Nos unimos àqueles que continuam na sua luta.

Marielle Presente!

Anderson Presente!

marielle franco