Nota de Apoio da INA a Benki Piyãko

A INA – Indigenistas Associados vem a público demonstrar seu apoio à liderança indígena Benki Piyãko.

No estado do Acre, a liderança Benki Piyãko, do povo Ashaninka está sendo acusado pelo Ministério Público à pena de até 8 anos de prisão por denúncia criminosa e caluniosa. Um abaixo-assinado em defesa de Benki deu visibilidade ao caso nestes últimos dias. Vale lembrar que Benki é nacional e internacionalmente reconhecido pela sua luta socioambiental, em defesa dos povos da floresta e do meio ambiente.

A INA vem a público demonstrar apoio a esta liderança cujo povo vem sofrendo há anos com constantes invasões em seu território para a retirada ilegal de madeira, caça e pesca predatórias.

Pedimos que o Estado brasileiro promova ações eficazes para coibir as atividades ilegais que ocorrem no território Ashaninka, bem como promova a proteção e segurança daqueles que, como o Benki, tem a coragem de denunciar as inúmeras situações de violência que colocam em risco a integridade dos povos da floresta.

22 de março de 2018

Indigenistas Associados

Para saber mais:

Abaixo assinado em apoio a Benki Piyako

Benki Ashaninka: é o índio da novela? por Jairo Lima, blog Crônicas Indigenistas (17/03/2018)

A luta dos indígenas Ashaninka no Acre por Articulação Nacional de Agroecologia (19/11/2014)

Liderança indígena é acusado de denúncia caluniosa após relatar ameaças de madeireiros por Maria Fernanda Ribeiro, blog Eu na Floresta (17/03/2018)

Nota de Apoio Benki